domingo, 12 de fevereiro de 2012

...muito calor!

Derek acordou nu em sua cama no chalé 317 do Hotel Estância Barra Bonita.
Lembrou-se da noite anterior na maravilhosa companhia da monitora loira Monalisa (relembre você também clicando aqui).
Suspirou pensando que a semana havia apenas começado.
Vestiu-se e saiu para tomar café. Não localizou Monalisa no restaurante, mas quando desceu à piscina ela estava lá animando as crianças e lhe jogou um belo sorriso.
Derek passou a manhã na beira da piscina tomando algumas caipirinhas.
Perto do meio-dia os monitores passaram chamando a todos para a aula de hidroginástica. Derek definitivamente não gostava desse tipo de exercício e agradeceu educadamente aos monitores, mas sequer mexeu-se da cadeira.
Acabou cedendo somente quando Monalisa lhe estendeu a mão e piscou dizendo:
- Vamos! Eu entro na piscina contigo e não deixo você se afogar.
- Agora sim fiquei animado pra essa aula, Mona! – disse Derek rindo.

Entraram na piscina e Mona percebeu que ele ficou também encantado com a animada professora de hidroginástica - Sandra.
Já quase no final da aula, Derek sentiu uma forte câimbra e pediu ajuda a Mona pois a dor era muito forte. Ela o ajudou a sair da piscina e levou-o ao ambulatório que ficava logo ao lado.
- Olhe, já está melhorando...foi só um mau jeito... – disse Derek, um pouco envergonhado.
- Fique quietinho nessa maca! – disse Mona. – Não estou brincando!
Saiu um minuto e voltou acompanhado de Sandra. Encostaram a porta.
- Pelo jeito você não é um praticante de esportes, não é, Sr Derek? – disse Mona.
- Bem...não deste tipo de esporte ! – disse rindo Derek
Sandra abriu o pequeno armário do ambulatório e trouxe uma pomada.
- Vamos passar esse analgésico. Vai lhe ajudar.
Dizendo isso, Sandra encheu as mãos de pomada e começou a esfregar as coxas de Derek.
Isto pegou Derek totalmente desprevenido e instintivamente seu pau endureceu, o que foi rapidamente notado pelas duas garotas.
- Taradinho esse rapaz, hein Mona?
- Você ainda não viu nada, Sandra!
-Ah, mas vou ver...e vai ser agora!
Dizendo isso, Sandra puxou de uma só vez a sunga de Derek,deixando-o nu sobre a maca.
- Temos que garantir que nosso hóspede se restabeleça prontamente. Por via das dúvidas sugiro irmos além das coxas.
Derek fez menção de levantar para agarrá-las, mas Sandra o deteve com a mão dizendo:
- Não! Deite-se! Você precisa de cuidados especiais.
Mona despejou um tubo inteiro de óleo sobre o corpo de Derek, deixando-o totalmente lambuzado. Em seguida tirou seu maiô e subiu por cima da maca.
Esfregou seu corpo todo contra o de Derek, ficando também toda melada de óleo. Os seios passeavam pelo tórax dele e subiam até sua boca.
Derek sentiu que o óleo era ligeiramente adocicado. Sentiu as coxas de Mona deslizando sobre as suas. Sentiu o calor dela até que repentinamente seu pau se encaixou e foi engolido pela bucetinha molhada dela.
Mona gemeu. Derek também. Ela começou a rebolar e cavalgá-lo vagarosamente.
Sandra também se desfez da roupa e subindo pelo outro lado da maca sentou-se no rosto de Derek, fazendo com que ele sentisse o perfume de sua xana. Apertou-a contra a sua boca, deixando-o descontrolado.
Derek sentiu que estava sendo usado e adorou.
Mona acelerou os movimentos. Derek sentiu o pau enrijecer ainda mais e em seguida ambos gozaram.
Mas Sandra não lhe deu folga. Puxou-o para fora da maca e ficou de costas com a bunda empinada. Mona empurrou Derek contra ela, que foi metendo em sua bucetinha toda melada.
Sandra gritou: - Mete com força!
Derek ficou novamente excitado, quando Mona passou a acompanhar o ritmo dos dois com tapas na bunda dele.
Sandra gozou, gemendo forte. Derek não parou.
Mas quando Sandra percebeu que ele ia gozar, tirou o pau dele de dentro dela e colocou-o sentado na maca.
As duas passaram a chupá-lo e masturbá-lo, até que ele gozou intensamente.
As duas se divertiram mais um pouco com o pau dele até ele relaxar e se deitar na maca.
Ele distraiu-se por um minuto e quando levantou novamente viu que Mona e Sandra haviam saído da sala. E pior...as danadas tinham levado sua sunga!
Enrolou-se em uma toalha e subiu assim até seu chalé no final do hotel. Quando chegou à porta lembrou-se...
- Minha chave! Estava junto com a sunga!
Sentiu um puxão na toalha, ficando nu. Olhou pra trás e estavam novamente as duas lhe sorrindo.
Mona mostrou que estava com a chave e os três entraram para o chalé.

6 comentários:

Eros e suas experiências. disse...

Que maravilha e delicia de relato muito bom mesmo.


Beijso e abraços

SexyButterfly disse...

Imagino a bunda gostosa do Derek, com marquinha de sol da sunga, nu na frente do chalé....Hummm....E Mona e Sandrinha ali.... Ô, delícia!!!

Vai provocando incêndio, que depois vc tem que apagar...rss

Beijos borboléticos!

LÁBIOS DE ANA (MARIAH) disse...

Adoro suas aventuras, me deixam com um calor intenso...aiai! Bjinhos

Eroticamente (In) Correto disse...

Grande Derek, sempre algo de fazer os sentidos entrarem em ebulição,...




abraço do Capetão!

LadySiri disse...

Que mocinhas safadinhas! Elas não passam vontade não, rsrs...e quem se deu bem foi você né Derekinho. Delícia de der, rs.

Beijos

{Mansinho}_da Loirinha disse...

"BENZA BACO".... SALVE SENHORAS LILITH'S.... "DEU" PARA FICARMOS AQUI EXCITADOS... A "MONA" JÁ TINHA NOS DEIXADO LOUCOS.... JUNTOU ESSA SANDRINHA COM VOCÊS.... PQP QUE TESÃO DD....

SEMPRE DE SORTE.... ADORAMOS MEU AMIGO.... BJS E ABÇS TRIPLOS....