sexta-feira, 27 de abril de 2012

Pra lá da flor da pele (por LadySiri)


Navegar por fora e por dentro
Dos sonhos mais estranhos
Encarando o próprio monstro
Das entranhas sociais
O que é meu e o que é dela?
Me equilibro no topo do mastro dos meus pensamentos
Na esperança de enxergar mais longe,
 no horizonte dos meus sentimentos
Aquieto a mente, a alma fala, ela voa, ela dança, ela canta
Acendem-se luzes de cores fluorescentes das teias flutuantes
Ligada a tudo, em tudo
Percepção pra lá da flor da pele
Roda viva, candeeiro encantado
tudo faz sentido sem explicação
Explicação pra que? 
Se tudo é tão inexplicável para o sentir...para o fazer parte, 
para o apenas SER o que se É.


3 comentários:

Filipe San e Danizinha disse...

Ótimo texto, Lady!!

Beijos tesudos!!
Ótimo final de semana!!!

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Dorei Fobofílica Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Lindo, my Lady, não te sabia assim poetiza. Achei sublime.

Beijinhos e ótimo fim de semana e feriado!

Eroticamente (In) Correto disse...

A poetiza que habita a mulher é,... pera! Seria a mulher que habita a poetiza???
Tanto faz! Encantadora sempre my Lady.


Beijo deste Plebeu!