quinta-feira, 12 de abril de 2012

Você deveria saber - Uma versão borbolética para Alanis Morrisette



Meu Querido
                
Escrevo esta carta para que você saiba que estou realmente muito feliz por você e sua nova companheira. Desejo tudo do melhor para vocês dois!

Ela se parece com uma versão minha, mais antiga...como eu era no início, não? Inocente, discreta...Até cair nas suas garras.

Por acaso ela é pervertida como eu? Será que ela chuparia você em pleno cinema, como eu fiz? Você se lembra...sei que lembra! Na platéia, no fundo, últimas fileiras... me abaixei entre suas pernas. Abri seu zíper e tirei seu pau pra fora da calça. Mamei seu pinto duro, ninguém dos lados... também, se tivesse alguém olhando, que diferença faria? Eu ia fazer do mesmo jeito, te chupando e te punhetando até você gozar na minha boca. E foi o que aconteceu, lembra?

Ela fala pelos cotovelos, como eu? Fala das coisas pornográficas que gosta de fazer com você, como eu fazia para te enlouquecer? Fala?

Ah, mas tenho certeza de que se ela tiver um filho seu, será uma mãe excelente, totalmente dedicada ao bebê. E você... bem, pode esquentar mamadeiras ao invés de mamar seus peitos. Lembra como gostava de chupar meus peitos? Meus mamilos duros, avermelhados de tesão?

Afinal, o que eu te dava não foi capaz de fazer você se abrir totalmente para mim, não é? Te dei pouco? Nem meu cuzinho foi suficiente?

Mas, me diga... quando você fala o nome dela...é do jeito que falava o meu? Cheio de tesão e desejo, me fazendo estremecer só de ouvir sua voz?

Ei, contou pra ela como você costumava me dizer que me teria sempre, todos os dias, em todos os momentos, das mais diversas formas, até você morrer? O caso é que você está vivo! E não me tem mais.

E eu escrevo pra lembrar você da zona que fez em minha vida quando foi embora. Não é justo agora negar o que me deu antes. Ainda preciso de você, ainda quero você! Quero seu corpo quente junto ao meu, como nas noites que passávamos em claro. E eu te cavalgava, seu membro feito pedra dentro de mim, explorando minhas entranhas... Depois me chupava, com lábios famintos, sorvendo todo meu gozo e meu prazer de lhe ter em meus braços!
             
Mas você...ah, você me parece estar muito bem, em paz, não é? Eu não estou tão bem assim, achei que você deveria saber.

Preciso saber, me responda: você se esqueceu de mim, Sr. Falsidade? Detesto incomodá-lo durante o jantar, coma primeiro, depois continue a ler. Ah, nossos jantares... seus pés roçando minhas pernas por baixo da mesa...meu tesão crescendo junto com seu pau...não chegávamos à sobremesa, lembra? Quer dizer, às vezes chegávamos...você me servia mousse com seu pinto... sorvete entre meus seios...ah, que loucura!

Mas  o pior mesmo  foi a velocidade em que você me substituiu. Foi um tapa na cara!
           
E você fica pensando em mim enquanto transa com ela? Como vocês transam? Você faz dela sua cachorrinha? Duvido que essa santinha deixe você comer seu rabo como eu fazia...

Eu penso em você quando estou com outro. Todas as vezes que arranho minhas unhas nas costas de outra pessoa, eu espero que você sinta. Bem, você consegue sentir? Deveria... Afinal, fui o brinquedo que você levou pra cama tantas vezes.
                
Eu não vou sumir tão fácil, assim que você fechar seus olhos, sabe?

Bem, só escrevi porque achei que você deveria saber disso.




*** Esta "carta" é uma versão borbolética e TOTALMENTE fictícia, livremente adaptada, do sucesso "You Oughta Know", de Alanis Morrisette. Apesar de fictícia, está disponível a todos aqueles que quiserem mandar uma "cópia" a quem eventualmente julguem merecer, rss...

8 comentários:

LÁBIOS DE ANA (MARIAH) disse...

Bem, ate gostaria de mandar, mas agora acabou...e estou muito feliz agora...mas vou ouvir a musica e evitar repetir os erros...bjos!

{princess kitty}龍戦士 disse...

Miauuuu!!!

Arrasou na versão da carta borboletinha!!!

FELIZMENTE eu não tenho ninguém pra quem mandar (ufa rsrs), mas se um dia tiver pode ter certeza que venho aqui copiar hahaha.

Miaubeijos com carinho =^.^=

Eroticamente (In) Correto disse...

To besta!
Talvez pq seja homem, talvez pq seja incorreto, ou simplesmente talvez pq esteja fazendo estas promessas só agora, sem ter usado nem a música e nem as palavras desta forma.
Mas não sou um ET,... eu acho,...rsrs



Beijo do Capetão!

Dinho e Mi Safadinhos disse...

Que tapa hein?

É possível. Sentir a raiva. A ironia e o desejo nessas linhas.

Bjs

(Desculpe a ortografia esquisita, celulares nao ajudam muito )

EU SOU NEGUINHA disse...

Doce Borboleta...
Se um homem receber isso,vai pensar muito,muito,com certeza abalará toda sua estrutura..hehehe
Beijos...adorei

{Nega}_(V)

EU SOU NEGUINHA disse...

Doce Borboleta...
Se um homem receber isso,vai pensar muito,muito,com certeza abalará toda sua estrutura..hehehe
Beijos...adorei

{Nega}_(V)

He-Man disse...

é engraçado quem reclama tanto sem reclamar de verdade...parece até verdade...

é a Senhora Falsidade escrevendo para o Senhor Verdade...assim creio.

entretanto adorei o texto, muito divertido mesmo :)

essa mulher que arranha, teclas, tem pouca atitude...ou nenhuma.

seu Homem precisa de mulher e não de Punheta...precisa de Amor e não de Ficção...Ficção é só um tempero, mas sem comida para temperar, é só um tempero e nada mais.

sua miniatura :)

http://contoseroticosdeayeskaeamigos.blogspot.com disse...

Uauauau
Borboletinha...que adaptação hein???



Bjs doces carinhosos!


Ayesk@