segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Lentamente...



“Morre lentamente quem não troca de idéias, não troca de discurso, evita as próprias contradições. Morre lentamente quem vira escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto e as mesmas compras no supermercado.Quem não troca de marca, não arrisca vestir uma cor nova,não dá papo p quem não conhece.

Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru e seu parceiro diário.Muitos não podem comprar um livro ou uma entrada de cinema, mas muitos podem,e ainda assim alienam-se diante de um tubo de imagens q traz informação e entretenimento, mas que não deveria,mesmo c apenas 14 polegadas,ocupar tanto espaço em uma vida.

Morre lentamente quem evita uma paixão,quem prefere o preto no branco e os pingos nos is a um turbilhão de emoções indomáveis, justamente as q resgatam brilho nos olhos, sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.

Morre lentamente quem não vira a mesa qdo está infeliz no trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho,quem não se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos. Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não acha graça de si mesmo.

Morre lentamente quem destrói seu amor-próprio. Pode ser depressão, q é doença séria e requer ajuda profissional. Então fenece a cada dia quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente quem não trabalha e quem não estuda,e na maioria das vezes isso não é opção e,sim, destino:então um governo omisso pode matar lentamente uma boa parcela da população.

Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante, desistindo de um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece e não respondendo quando lhe indagam o q sabe.

Morre muita gente lentamente, e esta é a morte mais ingrata e traiçoeira, pois, qdo ela se aproxima de verdade, aí já estamos muito destreinados para percorrer o pouco tempo restante. Que amanhã, portanto, demore muito para ser o nosso dia. Já que não podemos evitar um final repentino, que ao menos evitemos a morte em suaves prestações, lembrando sempre que estar vivo exige um esforço bem maior do que simplesmente respirar."


((Martha Medeiros))

5 comentários:

Eroticamente (In) Correto disse...

Quando nascemos inicia-se uma contagem regressiva. Dentro de nós há a chance de retardar esta contagem, de dar qualidade à ela e, inclusive de mesmo após o tal contador ter sido zerado, continuarmos sendo lembrados. A eca é que nem sempre sabemos lidar com tudo o que nos surge e esta incompetência, admitida ou não, é o grande mal da humanidade. Pensamos que sabemos tudo e eis que somos traídos por nossos pensamentos mais primitivos.
É a vida e suas surpresas,...



Beijo do IN_

{Mansinho}_da Loirinha disse...

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA BOCA GULOSA QUE AMAMOS, PREMIADÍSSIMA COM MINHA VOLTA A ESTA NAU DELICIOSA... BOM RSRS.... NÃO É A VOLTA QUE EU QUERO.... AINDA SEM TEMPO AFFFF MAS.... SE POR DIA EU PASSAR EM PELO MENOS UM AMIGO E AQUI NO DB JÁ É ALGUMA COISA.....

NÃO VAI DÁ P/ IR NOS POSTS PASSADOS MEEERRRRDDD***** MAS.... TEM DOIS QUE MEEEEU DEUS MEU DEUS MEU DEUS.... TEM UM DA LADY (QUE LADY....) QUE EU PREEEEEEEEECISO VIR DEPOIS, SÓ VI POR CIMA.... E UM DO IN TBÉM..... AFFFF TODO MUNDO.... O TURMA FUDIDA DE BOA.....

MORRE LENTAMENTE DE MATINHAAAAA DEHHHHHHH!!!!!! ACREDITA QUE EU TENHO EXATAMENTE ESSE TEXTO (COMPLETO) NO MEU PERFIL BAUNILHA RSRRS???? AMO MUITO ESSE TEXTO PORQUE..... É A MAIS PURA VERDADE.... “NITROGLICERINA!!!!”..... E EU QUE VEJO NAS ATUALIZAÇÕES DE UM OUTRO CANTINHO SEU, QUE NUNCA TE ENCONTRAR ON POR LÁ RS, STONE SOUR PRA CÁ, STONE PRA LÁ E DÁ-LHE STONE STONE E PENSO.... “PQP ESSA BOCA QUE ADORO É MUITO BOAAAA MESMO.....

SALVE MARTINHA! SALVE SUAS CAIXAS DE SOM! SALVE SUA BOCA GULOSA LINDONA!!! SEMANA COMEÇADO ABSURDAMENTE BOA...... COM DEH E TUDO MAIS..... LINDO SOL DESPONTANDO AO HORIZONTE P/ TI LINDONA.... INTÉ.... BJS TRIPLOS.....

Hot Spot disse...

Realmente..já me peguei nessa situação...

Hj vivo...

beijossss

HOT SPOT NO MSN:

hotspotonline@hotmail.com

LadySiri disse...

Como disse o In_Correto, a contagem regressiva faz parte da vida! Então morrer lentamente (e espero que beeeem lentamente,rs)é um fato...eu diria que nessas situações que Marta descreve, a morte seria "tristemente"

Bjs querida!

Eros e suas experiências. disse...

Perfeito,

Uma descriçao mais que importante e necessária sobre uma verdade a morte intelectual de nossas vidas, aquele que não buscar o novo e ter medo do diferente sempre estará matando um pouco de si, neste cotidiano perverso a verdade vem em forma poética para desvendar os olhos daqueles que ainda lutam em ficar cegos.

Adorei beijos